Yes, I shoot color too!

On this recent interview for the blog Smart Dresser, by Mariana Paulos, I was asked a question about the frequent use of black and white (B&W). And Mariana wasn’t the first to ask this. In fact, it’s a comment I hear frequently about my work, so I thought I could make a post about it.

The fact is that there isn’t a straight answer for the reason why I use black and white so much. It’s like trying to justify why you like your favorite color so much. 

Using and composing in B&W just feels natural to me. The way light and shadows fall upon someones face or body, seems much more vivid and clear in B&W, than it does in color.

And then there is this timelessness thing... In several occasions, I've looked at photos taken decades ago that are so good and where there seemed to be a perfect balance of light and shadows,  that one could easily think those photos were taken a couple years ago. This is something I feel it's almost impossible to achieve shooting color.

But none of this means that I can't or that I won't shoot in color!

Ultimately, the choice between B&W and color, depends not only on the clients perspective and intention, but also on what can be the best way to convey a certain message to the viewer.

Christel @ L'Agence

Christel @ L'Agence

Hanka A. @ Just Models

Taru @ Elite Lisbon

Elsa Baldaia @ Da Banda Model Management

Diana Neto @ Central Models

Diana Neto @ Central Models

Cláudia Pinto

Cláudia Pinto

Nesta recente entrevista que me foi feita pela Mariana Paulos, no blog Smart Dresser, foi colocada uma questão sobre o uso frequente do preto e branco (P&B). E a Mariana não foi a primeira a abordar a questão. Aliás, é um comentário que ouço frequentemente, daí a origem deste post.

O facto é que não existe uma resposta simples e directa sobre o motivo pelo qual uso o P&B com tanta frequência. Acho que é um bocado como tentar justificar porque é que uma determinada cor é a vossa cor favorita.

Usar e compor em P&B, é algo que me sai de forma natural. A forma como a luz e as sombras recaem sobre a cara ou o corpo de uma pessoa, parece ajudar-me a construir a composição de uma forma muito mais directa, do que às vezes acontece quando fotografo a cores.

E depois, há também a questão da intemporalidade.... já me aconteceu, várias vezes, olhar para fotografias feitas há décadas, que eram tão boas e onde parecia haver um equilíbrio tão perfeito entre as luzes e as sombras, que uma pessoa poderia perfeitamente pensar que essas mesmas fotos tinham sido tiradas há poucos anos. E isto, é algo que eu dificilmente encontro nas fotografias a cores.

Mas nada disto significa que não sei ou que não queira fotografar a cores.

Em última análise, a escolha entre o P&B e as cores, dependerá sempre da perspectiva do cliente e da sua intenção, bem como de qual a melhor opção para transmitir uma determinada mensagem.